Acampamento de Jovens – Oração: Encontro e Confronto

Avivamento! Esse é o grito do nosso coração, é o impulso que nos move a não perder de vista a missão de Jesus: “buscar e salvar o perdido”. Mas para que ocorra um avivamento existe um pré-requisito: a oração.

“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.”

2 Crônicas 7:14

Esse versículo informa que a oração é um dos ingredientes para um avivamento nacional. “Ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra” trata-se de uma promessa de avivamento que Ele proferiu. Deus promete ao Seu povo uma transformação que começa no coração de cada pessoa, passa pela Igreja e alcança a sociedade em que vivemos.

Analisando a vida de muitos homens e mulheres de Deus, estejam eles na Bíblia, dentre os pais da igreja, nos avivalistas da história e mesmo entre as pessoas que conhecemos e são nossos contemporâneos, vemos que todos eles mais fizeram algo para Deus numa posição de oração do que ocupados em outras coisas. As maiores pregações e os maiores moveres do Espírito Santo ao longo dos séculos com salvação, cura, milagres, libertações e poder do alto foram provocados por pessoas que oravam.

A apóstola Valnice Milhomens ensina em seu livro “O poder da Intercessão” que a palavra hebraica para intercessão é paga, significa tanto um encontro face a face como também um confronto, uma forte colisão. Assim, entendemos que oração é um via de mão dupla: vamos a Deus numa comunhão de amor, mas também vamos contra os nossos inimigos para forçá-los a recuar, firmados no nome de Jesus.

Não há exemplo maior de vida de oração que a do próprio Jesus. Sempre que lemos os evangelhos, O encontramos orando. Assim, aprendemos que a oração é um princípio de vida para quem deseja estar envolvido no serviço de Deus.

É com essa consciência que nos lançamos na atmosfera da oração. Estaremos no Hotel Fazenda DayCamp entre os dias 14 e 17 de novembro, retirados de nossos contextos em sociedade com a finalidade de estarmos a sós com Deus. Faremos isso a fim de ouvi-lO enquanto elevamos as nossas vozes e os nossos corações diante do trono graça, não apenas por nossas causas, mas pela causa maior: a redenção do Brasil e de todos os povos, começando em Campina Grande, nossa Jerusalém.

Você vem conosco?

Emerson André – Coordenação da Rede de Jovens