Congresso de Jovens – 4° dia (tarde)

A ignição de um avivamento é a oração. Com o intuito de orarmos e gerarmos avivamento tivemos em nosso quarto dia de congresso uma Tarde de Clamor.

            Márcio Silva conduziu o primeiro momento deste clamor levando-nos à consciência de que estamos vivendo um novo começo e somos privilegiados por isso. Estamos vivendo um momento de transição onde muito do que foi plantado irá florescer através de nós. Muita coisa já veio para nos paralisar, para nos enfraquecer, mas ainda tem os que estão diante dessa videira, estão diante do chamado que Deus fez para essa Igreja.

Não podemos, diante disso, perder a nossa essência de santidade. Precisamos ter uma postura de adoradores com nosso comportamento. Muito do que se tem colhido hoje na nação brasileira é resultado da postura de pessoas que vieram antes de nós. As posturas contribuem para que o reino seja atraído.

Quando Saul precisou de alguém que tocasse harpa para espantar seus demônios Deus escolheu a Davi por ser alguém sensível, alguém que tinha uma postura. Deus precisava de algo que Davi tinha que estava além da aparência, era o seu coração. Ele tinha vida com Deus, logo ele refletia a presença de Deus em suas atitudes e é o que precisamos fazer para conseguirmos transformar um ambiente. Não iremos transformar se nos vestimos como o mundo se veste.

Davi atraía a vontade de Deus para a terra por causa da intimidade que ele tinha com Deus, da mesma forma Deus deseja que nós atraiamos a glória dEle para a Paraíba. Se refletirmos a glória de Deus em nossas cidades algo vai mudar. Precisamos compreender quem somos como igreja, pois Deus quer nos entregar os segredos que estão no Seu coração

“O mesmo Espírito que agiu em Atos dos apóstolos é o que quer agir em você. Você tem que construir uma relação com o Espírito Santo.” Márcio Silva

Que sejamos conscientes de que carregamos a glória, pois chegou o tempo de nós manifestarmos o que Deus nos entregou. E Ele quer nos entregar uma nova porção.

            Após a ministração de Márcio, Cristiano Felix clamou pelo avivamento dos jovens da INSEJEC:            “Chega de vivermos um evangelho sem poder, sem reproduzir o que nosso mestre fazia.”

Em Marcos 5:22- 23, 35-41, a ressurreição da filha de Jairo nos aponta a um clamor em há em nossos dias. Nossos líderes, pastores, assim como o principal da sinagoga, têm chegado diante do Senhor com um clamor. Eles clamam por sucessão, por uma nova geração que está a morrer.

“Alguém clamou por você para que você receba as palavras de vida que estão sendo liberadas neste lugar. Abra o seu coração e beba!” Cristiano Felix

Ele diz aos jovens: levantem-se! Ele tem um chamado pra algo espetacular que está para acontecer em nossos dias. Quem nasceu de novo está sendo convidado para se mover. Que haja inconformismo em nossos corações em relação ao Reino de Deus. Há um clamor do Espírito a nosso respeito, levantemo-nos. Abominemos o pecado e mundo.

“E respondeu-lhe Pedro, e disse: Senhor, se és tu, manda-me ir ter contigo por cima das águas. E ele disse: Vem. E Pedro, descendo do barco, andou sobre as águas para ir ter com Jesus.”

Mateus 14:28-29

Nós somos a geração que vai andar sobre as águas, andar no sobrenatural de Deus. Nós vamos ativar o poder dEle, portanto devemos impor as nossas mãos e declararmos o que já foi conquistado por Jesus: a cura. Ele mesmo disse que é possível que façamos obras maiores pois Ele intercede por nós diante do Pai.

Existem coisas que movem o poder de Deus, um a delas é a nossa atitude. Fomos selecionados por Deus para entrarmos no Reino, vermos a glória e sermos participantes. Nossa geração é a segunda casa cuja glória será maior do que a primeira. A glória de Deus pode se manifestar através de nós e já tem se manifestado por relâmpagos e trovões, clamando por nós: é que Ele está afim de cumprir a Sua Palavra.

Deus faz através da oração. Ele sabe que vamos assumir uma bagagem, mas Ele nos manda ser fortes e corajosos e deixarmos o resto com Ele. Jesus quer que casemos com a Sua missão, pois fomos uma geração que Ele ressuscitou para andar sobre as águas. Quando nos casarmos com a missão de Jesus veremos os milagres acontecerem. Isso é permanecer no primeiro amor.